Autor: Villa

Artigo do Prof. Villa no Correio Braziliense e Estado de Minas: Bolsonaro flerta com a crise política.”

Bolsonaro chamou o virtual presidente de bandido, disse que a Argentina vai virar uma Venezuela, que os argentinos vão emigrar como os venezuelanos, que o Rio Grande do Sul vai se transformar em Roraima, que haverá saques em grande escala nos bancos e que o caos político vai tomar conta da Argentina. Tudo isso caminha para, no mínimo, um esfriamento nas relações diplomáticas e políticas e com sérias consequências econômicas. Vale lembrar que, no momento, a presidência rotativa do Mercosul é exercida pelo Brasil. Haverá clima para que Fernández participe sequer de uma reunião? Bolsonaro irá à posse do novo presidente, em dezembro? E os setores da nossa economia que comerciam ativamente com a Argentina, como ficarão? E o Mercosul, qual será o seu destino?

Live 23/08/2019: Bolsonaro, meio ambiente, autoritarismo, desmatamento da Amazonia

Baianos desaprovam Governo Bolsonaro.

Desmatamento da Amazônia: o Brasil como vilão do meio ambiente.

Moro virou marionete de Bolsonaro.

 

Live 22.08.2019 Bolsonaro, o desmatamento da Amazônia, o STF e a desmoralização de Moro.

 

Bolsonaro e as queimadas da Amazônia.

O aumento das queimadas na Amazônia é inequívoco segundo dados científicos. Jair Bolsonaro é um presidente irresponsável: atacou ONGs e […]

Muito cuidado com as privatizações!

Nos anos dourados de 1930 até 1980 o impulso econômico foi sempre dado pelas estatais: portos, ferrovias, estradas, aeroportos, usinas hidrelétricas, Petrobras e etc.

O setor privado nunca se interessou em fazer investimentos de longo prazo, arriscados e de baixa lucratividade.

E agora no século XXI, o que deve ser feito?

Tem setores que devem ser privatizados e outros que são estratégicos para o Estado brasileiro.

Setores estratégicos para o Brasil  podem ser os propulsores da retomada da economia.

Temos de ter muito cuidado com o destino de nosso país: tem muito “pirata” querendo privatizar para saquear o Estado.

Onde estão os presidenciáveis de 2018?

Eles tem compromisso com os seus eleitores e partido?

Bolsonaro está destruindo o Brasil e as oposições não conseguem apresentar um contraponto a tudo isso.

O Brasil está estagnado.

Bolsonaro cria problemas para o acordo Mercosul – UE, com a Argentina se referindo ao virtual presidente argentino de “bandido”, quer alinhar o Brasil ao imperalismo norte-americano.

Live no YouTube no Canal “Blog do Villa – Marco Antonio Villa”.

Bolsonaro, privatização e as oposições.