Categoria: Canal YouTube Blog do Villa – Marco Antonio Villa

Dia D: um clássico.

Na íntegra “Prof. Villa de Manhã” (10/06/2019).

– Crise do PSL – faz parte do tripé negativo do governo. – Cenário de recessão no horizonte enquanto a […]

PSL em crise.

Reforma da Previdência: a novela continua.

Moro tem de se justificar.

O STF e as privatizações das subsidiárias de empresas estatais.

Confira a participação do Prof. Villa no Jornal da Cultura (07/06/2019).

O presidente se equivoca  ao dizer que o STF está em “sintonia” com o governo.
O STF não deve estar em sintonia ou contra o governo.
Isto porque o STF não está no governo.
Cabe ao STF desempenhar o seu papel de acordo com a legislação e a Constituição.

A decisão não entrou no mérito sobre mais ou menos participação do Estado na economia.
Na realidade a decisão do STF é estritamente legal com base na legislação existente e na Constituição.
O STF deliberou, por maioria de votos, que uma subsidiária de empresa estatal pode ser privatizada sem a autorização do Congresso e sem licitação. No Brasil há 134 estatais e 88 subsidiárias.
E inegável o quanto foi importante a participação do Estado na industrialização do Brasil.

O Estado foi o maior investidor no país para a construção de hidrelétricas, empresas como a Petrobras, Companhia Siderúrgica Nacional, somente para citar algumas.

Vamos retirar o viés ideológico e analisar o que é o melhor para o Brasil e em quais situaçoes se deve privatizar.

Deu na Folha:

“O presidente Jair Bolsonaro elogiou nesta sexta-feira (7) a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que permite a privatização de subsidiárias de estatais sem a necessidade de aval do Congresso.”
“Foi uma decisão patriótica. Parabéns ao STF, que está em sintonia com o governo federal. Queremos menos estado”, afirmou ele.

Weintraub e as universidades públicas.

O ministro Weintraub, do MEC, é um inimigo das universidades públicas brasileiras.

Existem problemas nas universidades públicas.

Fui professor por 30 anos em duas universidades federais.
Houve invasão de panfletrarismo a partir de 2003 quando o PT tomou o poder.

Mas não é verdade que todas as universidades públicas são panfletárias.
As federais representam 93% das pesquisas realizadas no Brasil.

Só para citar um exemplo, a UNESP, estadual paulista, está sem reajuste (que não é aumento), ha 5 anos! Mesmo assim tem participação importante no cenário científico brasileiro.
Weintraub elogiou as universidades privadas que tem participação ínfima nos trabalhos de pesquisa realizada no Brasil.
Com raras exceções , a qualidade de ensino das universidades deixa a desejar.
O MEC não fiscaliza e não cobra a qualificação dos docentes das universidades privadas.

Mesmo em meio a problemas orçamentários, panfletarismo e agora com os ataques de Weintraub, existem pesquisadores perseverantes que continuam produzindo pesquisa e conhecimento.

O STF e as privatizações

Não há vitoria do privatismo.
O STF deliberou, por maioria de votos, que uma subsidiária de empresa estatal pode ser privatizada sem a autorização do Congresso e sem licitação. No Brasil há 134 estatais e 88 subsidiárias.
Não há vitoria do privatismo, pois na realidade a decisão do STF é estritamente legal com base na legislação existente e na Constituição.
Portanto, não há uma emissão de juízo se o Estado deve ou não estar presente na economia.
Vale destacar a figura importante do Estado na modernização do Brasil desde os anos 1930.
É o Estado quem investe em projetos de longa maturação, como, por exemplo, nas hidrelétricas.

AGORA AO VIVO Prof. Villa de Manha de segunda a sexta às 8:00 horas.

A estagnação econômica.

ĺndices negativos na agropecuária e indústria.
Precisamos melhorar a produtividade do brasileiro.
Isto se faz com a qualidade da Educação.
Daí a importância de um Ministro da Educação à altura do cargo.
Depois de Velez, Weintraub.
E agora?