Categoria: Canal YouTube Blog do Villa – Marco Antonio Villa

Live (31/07) com o historiador Marco Antonio Villa: Bolsonaro, a ditadura, os interesses nacionais e a ignorância do Presidente.

O fator de instabilidade política é Bolsonaro.

A estabilidade política é condição indispensável para a retomada econômica.
A situação que estamos vivendo sinaliza o fim de um passado recente da velha política da qual
Bolsonaro representa, sendo o elemento que impede a construção de uma nova ordem de progresso nacional.
E o homem “bomba” Fabrício Queiroz?

Bolsonaro: o canibal das liberdades.

“O preço da liberdade é a eterna vigliância”
Hoje Bolsonaro é o principal inimigo das liberdades:
– despreza as instituições.
– age como se fosse um monarca absolutista.
Além de não ser afeito ao trabalho.

Bolsonaro coloca em risco a nossa soberania.Ele é impatriótico.

E quer entregar o subsolo brasileiro nas mãos dos Estados Unidos. Quem é o aio dos Estados Unidos hoje no […]

Live (30/07/2019): Bolsonaro, o ataque às liberdades, a soberania nacional ameaçada e a instabilidade política.

Bolsonaro age irresponsavelmente.

Confira o meu comentário sobre o excelente livro do jornalista Luiz Maklouf Carvalho, “O cadete e o capitão. A vida de Jair Bolsonaro no quartel”. Editora Todavia.
Em 5 de janeiro de 1988, o coronel Bechara Couto mandou uma carta ao embaixador do Brasil na Colômbia, Álvaro da Costa Franco Filho, pedindo que ele ouvisse o adido militar Carlos Alberto Pellegrino a respeito do conceito desabonador que ele registrara sobre Bolsonaro havia mais de quatro anos.
Afirmou que tinha “bem presentes” os comentários pessoais de Bolsonaro  “sobre lendas e histórias, sempre referentes à existência de ouro, pedras preciosas e outros valores no Vale do Ribeira, em São Paulo, como também em outras regiões do Brasil, consistindo sempre em relatos fantasiosos sobre fortunas feitas da noite para o dia.”

Mineração nas terras indígenas: crime constitucional.

Bolsonaro tem fixação por garimpo.

Bolsonaro defende tortura e torturador.

O presidente da República, Bolsonaro, revelou sua crueldade ao atacar o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz.
Não se questiona a barbárie da ditadura militar que assassinou o pai do presidente da OAB, Fernado Augusto de Santa Cruz Oliveira.
Segundo o depoimento de Claudio Guerra ex-delegado do DOPS em “Memórias de uma guerra suja”, Fernando Santa Cruz depois de preso sem ordem nenhuma, foi torturado, assassinado e incinerado em uma usina de açúcar em Campos, no Rio de Janeiro.
Ele não participou da luta armada e nunca participou de ato terrorista.
O corpo nunca foi devolvido à familia.
Bolsonaro, presidente da Republica defendeu a tortura e o assassinato de um brasileiro.
Usou como fonte um torturador e assassino: Carlos Alberto Brilhante Ustra.
Isto é inaceitável.

Bolsonaro usa o Estado como propriedade.

Vou negar helicóptero e mandar de carro?’, diz Bolsonaro sobre parentes que viajaram de helicóptero da Presidência para festa de casamento de seu filho Eduardo, no Rio de Janeiro.
Segundo o GSI (Gabinete de Segurança Institucional) a família Bolsonaro foi transportada em helicóptero da presidência por questões de segurança. O casamento foi em Santa Teresa e no caminho tinham comunidades perigosas.
A família do monarca absolutista Bolsonaro é “melhor” que as demais famílias brasileiras.

Live (30/07/2019): Bolsonaro, a tortura, o nepotismo e o Brasil.