Categoria: Istoé

Artigo Prof. Villa publicado na Istoé: São Paulo e a eleições de 2018.

São Paulo ao longo da história republicana foi se transformando no verdadeiro laboratório do Brasil.
E no processo eleitoral desse ano, qual será o papel de São Paulo?

Artigo do historiador Marco Antonio Villa publicado na Istoé:”Os militares e a política.”

O caso do Ministério da Defesa é exemplar.
É uma pasta civil, fundamentalmente. Se até hoje teve poucos titulares competentes, isso não justifica a nomeação de um general.

Artigo do historiador Marco Antonio Villa publicado na Istoé: “O Carnaval do vale-tudo.”

A separação do público e do privado de há muito foi abolida. Blocos e camarotes privados ocupam as ruas e avenidas. Realizam grandes negócios. E ainda recebem a proteção especial da segurança pública — isso onde ainda há segurança…

Artigo do historiador Marco Antonio Villa publicado na Istoé.

A condenação de Luiz Inácio Lula da Silva a 12 anos e 1 mês de reclusão – além da pena pecuniária – é um marco político-jurídico.
juízes identificados com a plenitude do Direito, que julgam independentemente da capa do processo, demonstraram que temos sim Justiça.
Muitos temiam a reação popular à condenação de Lula.
No País reinou a calma. Era esperado. E o mesmo vai ocorrer quando da prisão do chefe do petrolão. O Brasil mudou, ainda bem.

Artigo Prof. Villa na Istoé: “Cidades conflagradas”.

Com a crise do final do regime militar – durante o governo Figueiredo – o poder público perdeu as condições para atender as novas necessidades impostas por uma geração que já tinha nascido nas cidades.
Nesses 30 anos, o que era ruim, piorou. Problemas na educação, saúde, segurança pública, moradia.Não vivemos em cidades. São verdadeiros acampamentos de beduínos, parodiando Euclides da Cunha.
Representamos uma vida urbana que não existe. Estamos em meio a uma guerra civil.

Meu artigo na Istoé: “Sucessão de 2018: cenário sombrio.”

Sucessão de 2018: cenário sombrio. O quadro da sucessão presidencial continua confuso. É muito provável que os principais nomes que […]

Artigo historiador Marco Antonio Villa na ISTOÉ: “A indústria das eleições.”

A eleição é uma indústria. Hoje tem pouca relação com o funcionamento da democracia. Sua permanência está relacionada com os ganhos obtidos pelos mercadores da ilusão popular. E uma ilusão cara, muito cara. Envolve milhares de pessoas. Muito dinheiro circula — parte ilegalmente e a Lava Jato intimida os contraventores. Especialistas em ilusionismo — conhecidos como marqueteiros — vão dissertar sobre a importância da democracia para o País. Evitam tratar sobre a ética dos seus candidatos. Consideram um tema inconveniente. Querem é louvar seus clientes, transformá-los em estadistas tupiniquins, os Winston Churchill de chanchada, que não distinguem a coisa pública da coisa privada.

ISTOÉ:”A suspeita transação de Gilmar Mendes.”

ISTOÉ teve acesso ao inquérito que investiga a venda irregular de uma universidade que pertenceu ao ministro do STF para o governo do Mato Grosso. O Ministério Público vê indícios de ilegalidade no negócio de R$7,7 milhões e está para formular a denúncia.”

Artigo historiador Marco Antonio Villa na Istoé: “A história se repete. Até quando?”

A festa da democracia, tão propalada durante décadas, em um processo de cruel metamorfose, transmudou-se em ópera bufa.

Artigo historiador Marco Antonio Villa na Istoé: “A República dos oligarcas.”

Marco Antonio Villa A República nasceu sem republicanos. Os principais propagandistas, desde a publicação do manifesto republicano, a 3 de […]