E enquanto a farsa persiste, o dia da Abolição da escravatura no Brasil, 13 de maio de 1888, é esquecido.

Hoje, com o domínio da (medíocre) sociologia produzida nos EUA, falar no 13 de maio é considerado démodé. Os ventríloquos do novo imperialismo cultural querem fomentar uma guerra racial. Até os negros não são mais brasileiros; agora são afrodescendentes.