Esta extrema-direita, raivosa e reacionária, estava escondida na sociedade e veio à tona com a pré candidatura de Bolsonaro.
Odeiam as diferenças – o outro é visto como um inimigo e não um adversário político.

A extrema-direita não sabe que a base da democracia é a convivência e o debate entre contrários.
Partem para a agressividade. Odeiam o conhecimento, o estudo.
Fanáticos não pensam. Fanáticos seguem.