Categoria: Política no Brasil

7 milhões de visualizações: Muito obrigado!

7 milhões de visualizações no meu Canal YouTube “Blogdovilla – Marco Antonio Villa”. Muito obrigado! Acesse https://bit.ly/2B9sPCO 

Bolsonaro quer restabelecer a censura.

O que Bolsonaro entende de cinema?
E da nossa Constituição?

Pretendo beneficiar um filho meu, sim”, diz Bolsonaro.

Bolsonaro é serviçal de Trump.

Navios do Irã estão parados no Brasil devido a sanções americanas.

Bolsonaro discrimina os nordestinos.

Deu no UOL a fala do presidente Jair Bolsonaro:
“Dentre os (ou aqueles) governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”

Live ( 19/0772019): Bolsonaro insaciável.

– Franqueza ou vulgaridade de Bolsonaro?
– Parlamentares criticam declaração de Bolsonaro que ‘passar fome no Brasil é uma grande mentira’. ( O Globo 19/07/2019).
– “Bolsonaro diz que governo estuda fim da multa de 40%  e em seguida afirma desconhecer tema.
– “Se não tiver filtro, nós extingueremos a Ancine”,diz Bolsonaro.
– Bolsonaro:”se puder dar um filé mignon para o meu filho, eu dou” e afirmou que pretende “beneficiar o filho, sim.”…

Rádio Bandeirantes: melhores momentos da participação do Prof. Villa no “Jornal Primeira Hora”(19/07/2019).

– Bolsonaro não age como presidente.
Confira a “Live” indecorosa de Bolsonaro.
– Se o Lula tivesse indicado o filho dele, todos teriam ido para a Paulista.
Confira a entrevista com o embaixador Marcos Azambuja.
Conheça o papel e as credenciais de um embaixador.
– Segundo pesquisa do “Instituto Paraná Pesquisas” 64,9% discordam da indicação de Bolsonaro para a embaixada em Washington, de seu filho Eduardo Bolsonaro.
– FGTS: libera ou não libera? Não libera!
Confira o comentário de Thais Herédia.
– “Flávio Bolsonaro tem medo do que?”
– Ouvintes perguntam ao Prof. Villa:
– “O que falta para alavancar a Educação no Brasil?”
– Ouvinte pede o comentário do Prof. Villa sobre a declaração de Andrés Sanches e a dívida do Corinthians:
“Vamos pagar isso no amor ou no ódio.”
– Delação de Sergio Machado é uma imoralidade.
Recursos foram levados para fora do Brasil.

Live 18/07/2019: COAF, reeleição e embaixada nos Estados Unidos.

– Eduardo Bolsonaro pegando onda na Indonésia.
Enquanto a polêmica de sua indicação como embaixador em Washington cria tensões e crises políticas, Eduardo vai pegar onda.
– Bolsonaro gostou do poder. Quer ser reeleito.
– COAF imobilizado favorece os criminosos.

Rádio Bandeirantes: melhores momentos da participação do Prof. Villa no “Jornal Primeira Hora”(18/07/2019).

– Eduardo Bolsonaro mentiu sobre o próprio currículo e o frango frito.
E agora, Eduardo Bolsonaro está surfando na Indonésia.
– Dias Toffoli não cumpre o que está na Constituição.
– Villa não concorda com fim da obrigação de inscrição em conselhos, proposta de Paulo Guedes.
– “Dudu, Washington é ruim pra surfar. Vai pro Hawai. Só que lá não tem embaixada”.
– Professor Villa comenta plano “Future-se” do MEC.
– Pergunta de ouvinte: PDT suspendeu deputados “infiéis”. Mas e o Senador Acir Gurgacz?
– PAREM AS MÁQUINAS! Villa faz elogio(!) e você vai se surpreender ao descobrir a quem.
– Até o momento, Vaza Jato não interfere nas condenações de Lula.
– Bolsonaro nunca mais será eleito presidente.

Melhores momentos da participaçao do historiador Marco Antonio Villa no Jornal da Cultura (17/07/2019).

– Bolsonaro “chefe de um clã” ou presidente da República?
O presidente insiste em seu “capricho pelo poder”: Eduardo Bolsonaro embaixador em Washington.
Nota: Eduardo Bolsonaro está surfando na Indonésia.
– As crises políticas criadas por Bolsonaro refletem negativamente na economia.
No mês de agosto teremos a sabatina de Eduardo Bolsonaro, a tramitação da reforma da Previdência no Senado Federal e as manifestações contra os cortes nas Universidades Federais.
– A “Vaza Jato” até agora não colocou em dúvida as condenações de Lula.
De acordo com os vazamentos, fica evidente que determinadas conversas entre o então juiz Sérgio Moro e os procuradosres da Lava Jato foram inapropriadas.
– O voto distrital aproxima o eleitor ao seu representante.
Questoes técnicas e esclarecimentos à populaçao precisam ser definidas.