Bolsonaro vai mudar a política externa.

Política externa é muito importante para o país.

O fundamental é que seja designado um Ministro das Relações Exteriores que seja identificado com o interessa nacional.

Que o Brasil se insira com as grandes potências e conquiste a sua posição internacional, como grande país que é  – em um mundo globalizado.

Pode ser um quadro de carreira do Itamaraty da ativa ou aposentado.

Na era petista temos passagens tristes na política externa:

  • Lula apoiou Kadafi,
  • Fechou os olhos para o massacre de Darfu, no Sudão.
  • Apoio dos petistas à FARC
  • Apoio até a um candidato antissemita à direção da Unesco.
  • Ocupação da refinaria da Petrobras na Bolívia sem indenização.
  • Em Honduras, o episódio de Zelaya que invadiu e ocupou a embaixada brasileira durante meses!

O Brasil se apequenou em muitas situações, porque o presidiário Lula pretendia o cargo de Secretário-Geral da ONU.