A mesada de Toffoli segundo a revista Crusoé, provém do escritório de sua mulher.

E as perguntas surgem:

Quem faz o pagamento ao escritório da mulher de Dias Toffoli?

Os valores foram declarados ao IR?

E o banco informou às autoridades a transferência desses valores?

Enquanto isso, segue o reajuste de salário de ministros do STF, que se aprovado pelo Congresso Nacional terá efeito cascata.