Indícios são fortes contra Flávio Bolsonaro.

Quebra de sigilo bancário e fiscal do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e de seu assessor Fabricio Queiroz (e mais 90 pessoas) poderá servir para esclarecer os supostos crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.