Justiça da Bahia nega pedido de indenização feito por bolsonarista contra o historiador Marco Antonio Villa.

Deu no Jornal da Cultura. Confira depoimento do Prof. Villa.
Justiça da Bahia nega pedido de indenização feito por bolsonarista contra o historiador Marco Antonio Villa.
“O autor utilizou-se do Judiciário para constranger o requerido, por simplesmente discordar do seu ponto de vista, ciente da completa falta de fundamento de sua pretensão, em verdadeira campanha de assédio judicial”, diz a juíza Ive Neves Andrade na decisão.
Prof. Marco Antonio Villa:
“Assédio judicial: uma forma de censura, de violência.
Litigância de má fé: nova forma de censura.
Os extremistas usam da Constituição para destruir os valors constitucionais.
Neste caso o alvo é a liberdade de expressão”.
Agradeço ao Dr. Alexandre Fidalgo, pela defesa intransigente da liberdade de expressão.
Leia também na Folha de S.Paulo publicado neste blog:

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.