Nepotismo, filhotismo e Bolsonaro.

Bolsonaro tem grande dificuldade em compreender o que é “Estado”.

  • A relação entre as embaixadas não é uma relação entre as famílias Bolsonaro e Trump e muito menos entre governos. É uma relaçao entre Estados: A República Federativa do Brasil e os Estados Unidos da América.
  • A indicação de Eduardo Bolsonaro para a Embaixada em Washington caracteriza: nepotismo, velha política e desprezo à meritocracia.
  • O cacife de Eduardo Bolsonaro é fritar hambúrger, falar inglês, ser amigo da família Trump e filho do presidente do Brasil? Onde está um ensaio, artigo ou livro escrito plo filho do presidente? Qual o preparo técnico para assumir cargo de tamanha relevância e importância?
  • Será que a Eduardo Bolsonaro não é a cortina de fumaça para a indicação do pornofilósofo da Virgínia, Nestor Forster?
  • A velha política continua: indicação de cargos que passam ao largo da meritocracia e do saber técnico.
  • E os excelentes quadros do Itamaraty?

As lives continuam diariamente às 18:30 no canal Youtube “Blog do Villa – Marco Antonio Villa.

O historiador Marco Antonio Villa diariamente das 7h às 8h  no “Jornal Primeira Hora” da Rádio Bandeirantes 92.1 FM/90.9 FM e 840 AM.

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.