Categoria: Política no Brasil

Recomendo meu livro: “Quando eu vim-me embora. História da migração nordestina para São Paulo.”

Hoje (07/10/2019) estarei no Jornal da Cultura às 21:15.

Bolsonaro, o PT e o Estado democrático de Direito. Live 07/10/19.

A velha política está vivíssima.

Muitas práticas continuam as mesmas. E o que apareceu como novo é o velho.

Dicas de livros: Meu livro “Collor Presidente.Trinta meses de turbulências, reformas, intrigas e corrupção.

Rio sob o domínio do crime.

Moro aderiu a velha política.

É inegável o importante papel que Sérgio Moro desempenhou na Lava Jato como juiz entre 2014 e 2018.

Com suas decisões milhões de recursos desviados do erário pela corrupção foram devolvidos aos cofres públicos, devassou o maior esquema de corrupção da história, muitos corruptos foram para a cadeia e fez com que a sociedade civil participasse mais da política.

Porém quando Sérgio Moro adere ao governo Bolsonaro age como um político tradicional.

Sérgio Moro não se manifesta sobre o laranjal do PSL e o assassinato da menina Ágatha.

E também não se manifesta sobre Marielle Franco e as declarações infelizes do presidente em relação a tortura.

Meu artigo na Istoé: “Bolsonaro e a ingovernabilidade.”

É imprescindível para que o Brasil tenha condições de enfrentar — e vencer — os graves problemas nacionais a conversão de Jair Bolsonaro à democracia. Ele tem de encontrar o seu Caminho para Damasco. Os ataques sucessivos às instituições poderão conduzir o País para uma grave crise política com terríveis consequências econômicas. É fundamental que as forças políticas, as lideranças empresariais e a sociedade civil tomem a iniciativa de dar um brado de alerta antes que seja tarde.

Live: Os personagens da semana: Bolsonaro, Moro, Lula, Witzel, Gilmar e Eduardo Bolsonaro 04/10/19

O historiador Marco Antonio Villa está diariamente das 7h às 8h no “Jornal Primeira Hora” da Rádio Bandeirantes 92.1 FM/90.9 […]

PMs invadiram hospital para pegar bala que matou Ágatha.

A equipe médica e de enfermeiros estão de parabéns pela coragem em não entregar aos PMs o projétil que matou a menina de oito anos, Agatha.
Os médicos e enfermeiros foram republicanos e brasileiros.

O Rio de Janeiro hoje é ingovernável.

O presidente da República e seus três filhos vão se manifestar ?

Deu no site de Veja:

“PMs invadiram hospital e tentaram pegar a bala que matou Ágatha.

Equipe médica não entregou projétil; Polícia Civil quer que equipe de plantão deponha sobre a ação dos policiais militares.”

“Apesar da pressão exercida pelos PMs, a equipe de médicos e de enfermeiros de plantão se recusou a entregar a bala, que posteriormente, seria encaminhada para a Polícia Civil, responsável pelas investigações.”

Confira a matéria completa no site de Veja: https://veja.abril.com.br/brasil/pms-invadiram-hospital-e-tentaram-levar-a-bala-que-matou-agatha/