Renúncia Fiscal x Reforma da Previdência.

O Brasil caminha para a igualdade nos direitos e deveres de seus cidadãos?
A Renúncia Fiscal é justificada para estimular desenvolvimento econômico por um determinado espaço de tempo.
A sua permanência é intolerável e pode vir a se tornar um privilégio.
A economia que se busca com as contas públicas com a Reforma da Previdência entra em choque com o que o governo não arrecada com a Renúncia Fiscal.
Privilégios para alguns e sacrifícios para muitos?
A Reforma Tributária encontrará resistência tanto quanto a Reforma da Previdência.