Assista ao comentário do historiador Marco Antonio Villa.