Do meu artigo publicado no jornal “O GLOBO” em 01/09/2015:

A principal dificuldade para ser encontrada uma saída política nos moldes da (triste) tradição brasileira deve-se principalmente à sociedade civil. Hoje, com todas as limitações, ela vem se organizando e se mobilizando de forma independente do Estado e de seus braços, como os partidos políticos. As três grandes manifestações — de 15 de março, 12 de abril e 16 de agosto — não têm paralelo na História do Brasil. Um acordo pelo alto, costurado pelos velhos interesses, é muito difícil — e pode ter vida curta. É necessário ir mais fundo. Não basta a simples troca de presidente. O receio maior de Brasília é ter de enfrentar o Brasil real. Aquele que não quer mais ver a corrupção impregnando as ações de Estado, tenebroso método de gestão e de desqualificar a política, “fazendo-a descer ao plano subalterno da delinquência institucional”, como bem escreveu o ministro Celso de Mello.

Para continuar a leitura:

http://oglobo.globo.com/opiniao/o-velho-o-novo-17364065#ixzz3kVvlhkmH

FOTOS ARQUIVO PESSOAL – MANIFESTAÇÃO AV. PAULISTA em 16/08/2015.

16

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15

Clique aqui e se inscreva em nosso canal