O PT criou a cueca-cofre. “Recheou” um militante com dólares, euros e reais que, em 2005, foi preso, em São Paulo, ao embarcar para Fortaleza. Levava dinheiro de propina. Agora criou a quitinete-cofre. O lobista Bené – amigo de Fernando Pimentel – tinha uma quitinete exclusivamente para esconder dinheiro roubado. Chegou a recolher R$ 14 milhões que foram destinados a Pimentel.