Na política, a pressa é inimiga da devida articulação política. Votar o impeachment a toque de caixa pode ser uma estratégia do governo, pois impede o devido convencimento dos parlamentares. Chama a atenção a pouca disposição de luta das principais lideranças oposicionistas.

As ruas tem limites institucionais, dependem dos partidos e do jogo congressual. É recomendável escrever, telefonar, pressionar as lideranças da oposição que estão no Senado, assim como os governadores – que estão silenciosos.

Não podemos perder esta oportunidade histórica.

a impeachment 1

Clique aqui e se inscreva em nosso canal