Clube de uma pequena cidade, Las Piedras (população em 2011: 71.258).
Supostamente seria para participar de um programa social com o patrocínio da FAO, agência da ONU para a agricultura e alimentação. O que a FAO teria com o futebol e mais especificamente com este time de futebol? É um mistério. Se fosse a FIFA, tudo bem. Mas e a FAO? E a história de que seria um trabalho não remunerado?
O Juventud participa do campeonato uruguaio da Primeira Divisão. está, no momento, em 8º lugar. No seu estádio o público presente não costuma ultrapassar mil espectadores. Segundo o site do clube, no último jogo estavam presentes apenas 750 espectadores.
E o Luiz Cláudio nesta história? Devemos recordar que ele é o famoso “control C – control V” mais caro da história do mundo. E agora vai trabalhar de graça? Não será uma espécie de cabeça-de-ponte para a família Lula da Silva no Uruguai?
E a FAO? Seu diretor-geral quem é? É o petista José Graziano, que foi ministro de Lula.
Agora é possível ir atando os fios desta história nebulosa. Resta ficar atento, não parece ser uma manobra isolada. Pode envolver a Lava Jato, uma fuga para o Uruguai da família Lula da Silva e a complacência e conivência do governo uruguaio – de algumas alas da Frente Ampla, não do Presidente da República – com o “comandante máximo da organização criminosa”, no dizer do procurador da República Deltan Dallagnol.