Temer tem de adiantar o processo de despetização do Estado. Despetizar significa exonerar não só aqueles vinculados formalmente ao PT, mas todos que colaboraram entusiasticamente com o que o decano do STF, Celso de Mello, designou como projeto criminoso de poder, em um dos votos da AP-470, o processo do mensalão. Um exemplo? O presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos. Por eles – entenda-se por eles, petistas e seus asseclas – Dilma ainda estaria na Presidência, Lula seria eleito em 2018, reeleito em 2022 e elegeria um poste em 2026.mensalao

Clique aqui e se inscreva em nosso canal