image(21)

Na Fazenda Meirelles herdou um deficit primário de R$ 170,5 bi em 2016; Pedro Parente, na Petrobras, herdou uma dívida de R$ 450 bi; Marcelo Caetano, na secretaria da Previdência, tem um deficit de R$ 136 bi; Carlos Hamilton, secretário de Política Econômica, herda um deficit das contas públicas, após o pagamento de juros, de R$ 600 bi. É a mais completa tradução do significado de projeto criminoso de poder.