“PSDB, DEM e PPS voltam atrás e tentarão no STF tornar Dilma inelegível. Partido não queria judicializar processo com receio de anular julgamento. Senado aprovou impeachment, mas manteve direitos políticos da petista.”
Eles só se movimentam se nós empurramos. E vai ser sempre assim. Se não fosse a nossa pressão, Dilma ainda estaria no Palácio do Planalto. E Lula na Casa Civil fazendo campanha para 2018.