– A Lava-Jato atinge o STF.
– Em negociação da delação premiada, Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS diz ter prestado serviço ao ministro Dias Toffoli. Precisa averiguar se é verdade ou não. Portanto Dias Toffoli deve se licenciar como previsto nos artigos 35 e 36 do Regimento do STF.
– Um ministro sob suspeição não pode julgar qualquer assunto que seja!
– Ministro Dias Toffoli foi indicado por Lula, tendo sido advogado do PT por anos e subordinado à José Dirceu na Casa Civil ( 2003-2005).
– Toffoli prestou concurso para juiz ( 1994 e 1995) e foi reprovado as duas vezes. Entra para o STF por indicação política.
– Hoje faz 40 anos da morte do presidente Juscelino Kubitschek, inevitável não traçar um paralelo entre ele e Lula:
JK indicou o brilhante jurista Victor Nunes Leal, enquanto Lula indicou Dias Toffoli.
Nota-se a diferença entre o período democrático e modernizador de Juscelino e o período de retrocesso da era Lula.

Clique aqui e se inscreva em nosso canal