Foto: Juan Pelegrín / Divulgação

Foto: Juan Pelegrín / Divulgação

Do artigo de Mario Vargas Llosa publicado hoje n’O Globo e Estadão: “A vitória de Pedro Pablo Kuczynski extrapola as fronteiras peruanas e se inscreve no contexto latino-americano como um novo passo contra o populismo e para a regeneração da democracia, do que são acontecimentos emblemáticos o voto boliviano contra as tentativas de reeleição de Evo Morales, a derrota do peronismo na Argentina, a destituição de Dilma Rousseff e a derrubada do mito Lula no Brasil, a vitória esmagadora da oposição na eleições parlamentares na Venezuela e o exemplo de um regime como o do Uruguai, onde uma esquerda de origem radical no poder não só assegurou o funcionamento da democracia como também pratica uma política econômica moderna, de economia de mercado, que não é incompatível com um avançado trabalho social.”