O mesmo juiz que absolveu os PM’s pelo massacre, segundo o Estadão, condenou um homem desempregado a 6 meses de prisão pelo furto de alimentos em virtude da fome.