A semana está terminando agitada. De um lado a prisão de Eduardo Cunha e agora a propensão dele negociar uma delação premiada.