Cunha após sua renúncia como presidente na Câmara dos Deputados, tenta manter seu mandato, para ter foro privilegiado.
Se perde o mandato, será julgado em Primeira Instância pelo Juiz Sérgio Moro e provavelmete será preso em Curitiba.